One Comment

  1. Ribeiro

    Pedágio urbano não é fonte de renda nem solução financeira para nada, seria para melhorar a qualidade de transporte e de vida da população nas cidades, evitando engarrafamentos nos acessos as áreas centrais e agilizando a mobilidade urbana.
    Londres e Cingapura tem excelentes meios de transporte urbano, metrôs, trans (bondes fechados, VLTs), ônibus decentes facilmente acessíveis (sem “elevadores”) à deficientes, cadeirantes, carrinhos de bebês, etc., com chão quase todo plano, portas largas, não como os daqui montados em chassis de caminhão, altos e cheios de degraus, sem falar no custos, planilhas de custos imorais para financiar campanhas de alcaides, terminais estranhos, qualidade e horários……e nos pontos de ônibus, na rapidez, acessibilidade, qualidade e conforto dos veículos sobre trilhos, etc…
    E que centenas de outras cidades no mundo tem excelente qualidade de transporte e não tem pedágios urbanos (Paris, Madrid, Lisboa, Nova York, ou qualquer outra cidade meia boca da Europa continental, do Japão, dos EUA ou da China…)..

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

© SENGE-SC | Sindicato do Engenheiros do Estado de Santa Catarina On Designer